Povos Isolados

O conceito "Povos Isolados" se refere ao nível da intensidade do relacionamento que alguns grupos indígenas mantêm com instituições ou agentes do Estado e com outros setores da sociedade nacional majoritária, também denominada "sociedade ocidental envolvente", ou simplesmente "sociedade dominante". O isolamento de povos indígenas pode ser interpretado, atualmente, como uma estratégia de sobrevivência na qual alguns grupos, atuando de maneira extremamente autônoma, fazem a escolha de não manter relações permanentes com outros povos já contatados ou setores da sociedade majoritária. Ao fazer esta escolha se tornam fundamentalmente livres, na qual suas decisões são tomadas de forma a manter sua autonomia. Geralmente a opção destes grupos pelo isolamento é resultado de memórias recentes ou antigas do brutal processo colonizador. O Vale do Javari é uma das poucas regiões do mundo onde vivem diversos grupos em isolamento voluntário. São povos dos quais não se sabe muitas informações, salvo exceção imagens de relatórios, de expedições e monitoramento aéreo realizados pelo Órgão Indigenista oficial, que é a FUNAI. Desde 1987 não se faz mais contatos com indígenas isolados a pretexto de os inserir na sociedade nacional, como acontecia antes da constituição de 1988, situação essa que é o último recurso a ser adotado em situações extremas, quando as circunstâncias possam oferecer risco à integridade física, cultural e territorial dos "isolados", ou nas situações onde seja de iniciativa do próprio grupo.

Precisa de ajuda?